‹ voltar

M. Dias Branco realiza Seminário Tecnológico de Biscoitos em diferentes unidades

A tecnologia é um forte aliado em qualquer segmento que se propõe a atender às expectativas do consumidor moderno, contudo, o avanço tecnológico não resolve todos os problemas de uma indústria, é preciso que esse conhecimento seja disseminado entre todos os envolvidos na cadeia produtiva. Pensando nisso, a área industrial da M. Dias Branco realiza, desde o início do ano, o Seminário Tecnológico de Biscoitos. Três edições já foram realizadas, sendo duas na Fábrica Fortaleza e uma no Grande Moinho Aratu (GMA), direcionadas aos coordenadores e supervisores da área de produção de biscoitos e wafer das unidades Maracanaú, Fábrica Fortaleza e GMA.

Em 2018, o Seminário Tecnológico de Biscoitos será realizado também em Bento Gonçalves e Lençóis Paulista, com o intuito de aprimorar conhecimentos através de palestras e vivências práticas no segmento de biscoitos. O objetivo é capacitar os profissionais da Companhia, para que haja um alinhamento de suas principais atividades, tendo em vista a necessidade de que todos conheçam os processos de rotina diária para um nivelamento geral, deixando bem claro qual o seu papel e as suas principais atribuições.

Para que os Seminários sejam sempre bem-sucedidos, uma equipe comprometida está à frente, organizando e planejando todos os momentos. Climério Arsênio (Gerente Corporativo Industrial), juntamente com Morgana Vasconcelos (Gerente Industrial), Maria Júlia (Gerente Industrial) e Carolina Fiúza (Coordenadora de Processos Industriais), organizaram uma programação com assuntos específicos e palestras com especialistas em: Farinha (Mirian Medeiros – Qualidade); Gordura (Marcelo Augusto e Jordane Cardoso – P&D); Forneamento (Roberto Franchi e Lívio– da Imaforni); Processo de wafer (Márcia Corasolla – da Hass e Jorge Antônio – JZ – Serviços); Aromas (Fernando Trajano e Paulo Barros da F. Trajano e Bell); Fermento (Raphael Carlos). Quem também ministrou palestra foram: Karine Braga (P&D); Pâmela Myckaelle (Qualidade); Djeane Silveira e Milena Seabra (Qualidade Seg. Alimentos); Elaine Freire (Qualidade); Maria Júlia (Indústria); Morgana Vasconcelos (Indústria); Climério Arsênio (Indústria); Sérgio Toratto (Engenharia) e Antônio Teodoro (Indústria).

No Seminário ocorrido na Fábrica Fortaleza, houve um momento para a palavra do Diretor Técnico de Operações, Sidney Leite, no qual o mesmo reforçou a importância da capacitação de todos que fazem parte do processo produtivo e do alinhamento do tema com o planejamento estratégico da Empresa. No GMA, o presidente da empresa, Sr. Ivens Jr., afirmou que a capacitação será o grande diferencial das Empresas.

Seminário Tecnológico de Biscoitos – Fábrica Fortaleza

Morgana Vasconcelos ressaltou a importância do conteúdo das palestras que, segundo ela, “é baseado na necessidade de conhecimento básico de um supervisor de produção, abrangendo desde a preparação da massa até a entrega do produto embalado”. Cada etapa do processo é abordada, iniciando pela função dos principais ingredientes (farinha, gordura e açúcar), suas características e objetivos de uso, culminando com uma visita ao Moinho Eusébio, onde todos viram o processo de fabricação da farinha e as principais análises realizadas no laboratório. Também foi explicado todo o processo de preparação da massa, tipos e funções dos misturadores, temperatura ideal da mistura, processo de laminação e moldagem, quais os tipos e principais ajustes realizados durante o processo.

Uma das palestras ficou por conta do Sr. Roberto Franchi, da empresa Imaforni, abordando os principais componentes do forno, suas funções e cuidados relativos à segurança. Com relação ao resfriamento, foram abordados os tipos e as diferenças no processo natural e forçado. Sobre a importância da realização do Seminário, Roberto Franchi ressaltou que “quando uma pessoa trabalha com uma máquina e não conhece os procedimentos corretos ela inventa, ou seja, improvisa, e nem sempre o improviso resolve. Às vezes os acidentes acontecem porque a pessoa está tentando fazer o melhor, mas, sem o conhecimento necessário, ela acaba falhando. Por isso é importante a capacitação constante, para que a pessoa siga trabalhando da melhor forma. E isso reflete em benefício para a empresa, além de uma melhor qualidade dos produtos e serviços. ”

Indagado acerca de como fazermos para continuarmos crescendo, ele foi enfático: “Trabalho e qualidade. A qualidade é sempre paga. Antes, quando você ia ao supermercado comprar um produto, há cerca de trinta anos, era 40% de produtos bons e 60% de produtos ruins. Agora, quando você vai ao supermercado, 90% são produtos bons. Então, a luta de vocês produtores de biscoitos será na qualidade, porque todos já estão acostumados a comer biscoitos de alto nível. ”

Outra palestrante, Márcia Corasolla, da Hass do Brasil, falou sobre o processo de fabricação do wafer, desde a preparação da massa até a embalagem, bem como os parâmetros e controles necessários, finalizando com testes práticos na linha de produção. Sobre os assuntos que nortearam sua palestra, Márcia destacou a abordagem sobre os elementos de processo, tecnologia e fundamentos de tecnologia, ressaltando, ainda, a importância do seminário: “Esse seminário foi uma excelente iniciativa da M. Dias Branco para que as pessoas da produção possam ter um pouco mais de empowerment, que é a pessoa ter condição de tomar decisão. Ela está ali frente ao problema e se ela tiver um conhecimento ela tem subsídio para tomar a melhor decisão”.

Márcia e Jorge apresentaram na prática em linha de produção todas as particularidades do processo de fabricação do wafer. Climério fez uma ronda em todas as áreas da fábrica apresentando aos participantes todas as suas atribuições diárias que farão parte da rotina/diário de bordo do supervisor.

No processo de embalagem, foi falado sobre origens, tipos e processo de maquinabilidade. Sobre o processo de recheadora, foram abordados os principais cuidados e tipos de maquinários existente, finalizando com uma visita à fábrica de rolos para ver como são produzidos, seus diferentes tipos e suas aplicações. Houve a apresentação do quadro da rotina dos supervisores e o “diário de bordo”, onde estão documentados a rotina dos supervisores e os principais registros e acompanhamentos.

O evento foi finalizado com o confronto da parte teórica e parte prática , onde o especialista Teodoro além de explicações na masseira sobre ponto de massa, temperatura e cuidados com a preparação, mostrou a função e ação dos ingredientes na formação de biscoitos e os principais pontos na moldagem e laminação.

©2016 M Dias Branco
Todos os direitos reservados